Segunda-Feira, 17 de Janeiro de 2022

Notícias

30-03-2021
Ainda estamos em um momento crítico da pandemia de COVID-19

Com o agravamento da pandemia pela Covid-19 nas últimas semanas, a preocupação voltou-se para os municípios menores, sem leitos de Unidades de Tratamento Intensivo - UTIs.

Nos últimos dias um paciente internado no Hospital São José.  O homem de 60 anos fazia uso da ventilação mecânica e, por ser um caso grave, aguardava um leito de UTI na região, o que, pela lotação nos hospitais, acabou não acontecendo.

Conforme Diógenes K. Weber, diretor do Hospital São José, a instituição de saúde tem os equipamentos básicos para dar um suporte ventilatório a possíveis casos graves do coronavírus, porém, o que tem preocupado os profissionais é a questão da intubação, com baixa disponibilidade de leitos, e o aumento abusivo nos preços dos medicamentos sedativos, entre 400 e 500%.

Chamados de kit intubação, os medicamentos tem alta demanda e baixa disponibilidade no mercado. Hospitais já se organizam para tentar a importação dos medicamentos e, em alguns casos, há o empréstimo de medicamentos entre as instituições. Também estão sendo tentadas alternativas de sedação com outros 

medicamentos que não contemplam o kit, mas que podem manter o suporte ao paciente até uma transferência para UTI ou mesmo a melhora no quadro clínico.

Atualmente, no Hospital São José, o estoque de medicamentos sedativos pode atender a um paciente intubado por sete dias. O consumo geral de medicamentos por pacientes Covid é, em média, cinco vezes maior do que um paciente internado por outra doença. Dessa forma, segundo Diógenes, o hospital tem adquirido quatro vezes mais medicamentos.

Na segunda-feira, 29.03, o Hospital contava com 9 pacientes internados na ala Covid-19, sendo um deles intubado e cadastrado na central de leitos, aguardando vaga em UTI. Atualmente, pela quantidade de profissionais reduzida, não é possível haver uma divisão de equipe para prestar os atendimentos. Dessa forma, Diógenes explica que há um plantão de reforço, entre às 18h e 22h, visando dar conta das necessidades. 

Uma comitiva da região foi à Brasília em busca de emendas parlamentares. O tema deve entrar na pauta em abril e a expectativa é que, até a segunda quinzena do próximo mês, tenha-se o resultado das indicações de recursos.

O Hospital São José irá receber cem mil reais em auxílio estadual proposto pelo deputado Carlos Búrigo (MDB). A verba foi empenhada e deve ser recebida nos próximos dias.

COMPARTILHAR:
Voltar Página
Rua Dr. Osvaldo Hampe, 258 - Centro - CEP 95250-000 - Antônio Prado - Rio Grande do Sul
Desenvolvido por Webde